Mercúrio

Quando o tempo de repente se nos revela escasso, e urge o que fazer: corremos, e nisto desafiamos o próprio permear do tempo, mediante Mercúrio, mediante movimento. Isto, posto que o próprio “correr” do tempo muito se nos assemelha de estirpe Geminiana, pelo que, com Mercúrio, cremos podê-lo desafiar.

As palavras de uma estrofe são coisa sólida enquanto são finalizado texto – mas quanto tempo leva-se no rápido movimento de lê-las? E quanto para depois delas nos lembrar-nos em veloz raciocínio? Vemos que Mercúrio é assim o rival do tempo; na almejada intenção da comunicação de ser imediata.

É ele quem aspecta um planeta a outro? Que dá-lhes a possibilidade, quer seja de giro e retrogradar-se, quer seja de órbita ovalar? Fato é que deste movimento e atribulado mundo é ele a roda e a haste. “Se o mundo acabasse hoje, ficava tanta coisa por fazer…” diz-nos o Mercuriano.

Mercúrio se nos lega movimento, na leitura, no pensamento – tudo o que é rápido, ou, antes, tudo que leve e de contínuo e variegado fluir. Confusões gramaticais, erros, duplos sentidos e tantas falhas nos movimentos sempre envolvem Mercúrio – e isto é perdoado posta sua incomparável velocidade.

Na mitologia é o mensageiro de Zeus(Júpiter), mas, estando no Céu sempre próximo ao Sol, é mais associado a este astro na astrologia. Funciona, nas mais das vezes, como um auxílio à nossa consciência e expressão – o Sol.

Quando queremos nos expressar, eis que as palavras e o movimento logo nos acompanham. Mas não que seja sempre aquele a nomear o grandioso Hermes-Trismegisto sempre a serviço do Sol. Se no mais é assim – e o fluxo dos céus proíbe quadraturas, trinas e oposições entre Mercúrio e o Sol;- Não obstante pode Mercúrio ter elevada importância no mapa, a depender de sua posição e aspectos.

Um Mercuriano terá sempre imensa capacidade de movimento; uma leveza ao desdobrar-se e harmonizar-se em qualquer fluxo que aos outros pareça apenas confusão; será rápido no raciocínio, rápido em desembaraçar e entrelaçar palavras; quando começamos a analisar um assunto, uma situação, com a calma e moderação terrenas, Mercúrio já atravessou cada pequena vereda ou trilha do que está à frente, e descobriu mesmo viéses e possibilidades das quais, conquanto conscientes, em nada suspeitávamos. O Sol ilumina – Mercúrio por tudo passa, tudo explora, em tudo caminha – asas nos pés. E assim vemos que a lógica também pode se dar ao oposto: Sol e Mercúrio nunca em seu caminho muito se separam, para os passos de Mercúrio poder melhor o Sol iluminar.

Seu poder com as palavras acaba dando-lhe especial destaque entre as maravilhas e os espantos do humano folclore. Mercúrio está nas rodas-de-conversa – regendo a própria fala, como não estaria? Dissolver o hermético é ver que Mercúrio é leve, leve como ar; mas uma vez a palavra estando escrita, ela vira de tudo; ganha novos ares, ou antes, ganha terra, água, ar e fogo: ganha éter: a palavra vira pedra, vira flor… E o Mercuriano, que tanto sabe caminhar neste meio do vento e das palavras tem, em sua admirável leveza, inesperada força.

Talvez por isto, uma das situações zodiacais mais conhecida e notada é a famosa “Lua em Gêmeos” – possivelmente o arranjo horoscópico mais comentado após os 12 signos solares; – o que oferece à esta Lua a honra de ser tão comentada, falada, notada, só após os 12 sóis e antes mesmo dos 12 ascendentes? É a escrita, a escrita… Embora estes enluarados tenham fama de muito falar, foi a imensa quantidade de escritores – letristas de canções, poetas, artistas das palavra em geral, mas principalmente romancistas de verdadeiros universos em milhares de páginas que mais deu a fama ao nascimento sob “Lua em Gêmeos”.

Parece que ter as emoções, força tão importante e que sempre tanto nos guia no leve e variegado domicílio das palavras dá-nos tão leve quanto infinda disposição para escrever e escrever – emocionadamente, com aquela magia Lunar que nos remete ao signo de Câncer.

No seu passear os céus, vemos Mercúrio influir sua leveza de movimento, fala e escrita pelas doze realidades e assim não há de quedar o discurso, a fala, e as histórias na Terra por um instante monótonas. Movimenta-se rápido, e eis que nossa mente se move no mundo já de outra renovada forma.

É porque há muito o que se conhecer que Mercúrio deve ser veloz; dissolve a solidez da pedra – de Touro, o signo anterior – e mostra que na leveza tudo pode ser.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *