Touro e Escorpião

Se há algo em todo o revolver dos céus que nunca consegui compreender é esta coisa de pedra… esta bendita calma e fixidez taurina. Em uma das primeiras vezes que me recordo ter sido indagada sobre meus misteriosos novos conhecimentos, foi quando uma amiga perguntou-me sobre seu relacionamento… Ela, Taurina, ele… Escorpião.

Não lhe falei que era a calma das montanhas agora embebida da lama dos pântanos; nem que era como juntar a feliz vaquinha a ruminar sua grama e o feroz morcego da madrugada; não lhe disse dos estranhos silêncios noturnos que tangem o não-ser e de sua absoluta oposição à terrenal dureza. Lhe disse, apenas, oh! Que bom, são dois signos fixos!

E, nos dois anos seguintes ouvi todo tipo de consternada reclamação, daqueles tipos Taurinos: que lhe remexem os nervos como se fossem um xilofone, calmamente… E quando você desespera e se levanta a bradar: temos de fazer alguma coisa! Te olha com civilizada bondade, como se fosse você uma besta fera e, afinal, com cordialidade tudo pode se ajeitar…

Decidi que os Taurinos gostam tanto de reclamar como de permanecer, e que são estas reverberações de fúria, comedidamente pausadas no ir-e-vir da rotina forma de provar, que, embora pedra, também se movem.

Seu então namorado era de carregar angústias. Tinha os seus silêncios e um propósito por tudo questionar que lhe causava certa exasperação. Contudo, do que mais me recordo, demonstrava justo nas maiores dificuldades uma resistência profunda, e não é exagero dizer que, embora seja Touro o signo mais pacato e fiel, foi uma fidelidade e resiliência verdadeiramente Escorpianas, da parte dele, que mais contribuiram para permanecerem juntos nas dificuldades que enfrentaram. Vê-se que não estava de todo enganada quando predisse o auspício de serem dois signos fixos!

Com o tempo não ouvi mais queixas, e aparentemente os primeiros anos deste relacionamento foram mais conturbados justamente pela ainda dificuldade em compreenderem certas diversidades de suas naturezas – e aqui, claro, me refiro a muito mais do que a oposição entre seus signos solares.

De todo modo, vi neste encontro uma certa ligação entre estes dois pontos da Orbis Universalis. Quem tem os Nodos Lunares entre estes dois signos traria já esta conexão em si. Como se o Taurino, em sua calma e fixidez no fundo ansiasse por certa intensidade; a segurança, é o que permite o mistério. Já no Escorpiano, creio ter notado que sua irrequieta intensidade em verdade era tentativa de conseguir consubstanciar em sua vida algo de tão concreto que pudesse, enfim, tocar. No que os dois signos opostos se comportaram como reto caminho no tramar dos Céus.

One thought on “Touro e Escorpião

  1. kkkkkk…
    Tava num relacionamento com um cara de escorpião, quer dizer, ficou um vai-e-vem e agora não sei se me reaproximo dele. Achei interessante esta coisa de signo fixo, o que isso quer dizer, que é mais fácil ele querer compromisso se eu me reaproximar já que na época quem não tava querendo nada sério era eu?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *